Ir para o conteúdo principal
Brasão do Governo do Estado de São Paulo

Notícias

Na Imprensa


Consórcio propõe plano inédito de patrulhamento aéreo pela GCM

Ação representa iniciativa pioneira no País de reforço na Segurança Pública, por meio de operação aérea, integrando cidades por GCMs

Os prefeitos da região deliberaram nesta terça-feira (5), durante a assembleia mensal do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, sobre a implementação de um inédito plano de patrulhamento aéreo regional a ser realizado pelas Guardas Civis Municipais (GCMs). O projeto será submetido à análise técnica do Grupo de Trabalho (GT) Segurança Pública da entidade e, recebendo aval, vai integrar a pauta do próximo encontro dos chefes dos Executivos municipais.

O presidente do Consórcio e prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando informou que, após a análise da viabilidade técnica, os prefeitos pretendem dar início ao processo de licitação para esse sistema. “Teríamos um helicóptero disponível exclusivamente para o Grande ABC, vocacionado para atendar à GCM. Além de dar todo o apoio à segurança, a aeronave também poderia realizar o resgate aeromédico aos hospitais da região capacitados para receber doentes graves por meio de helicóptero, como o Mário Covas, o HC de São Bernardo e outras instituições privadas”, explicou.

Como parte do projeto, guardas civis municipais e equipes médicas da região receberiam capacitação por meio do Consórcio. A entidade regional mantém o Centro Regional de Formação em Segurança Urbana (CRFSU), que atua para integrar as ações das GCMs dos municípios consorciados. “Esta é mais uma iniciativa que mostra a importância de o Grande ABC contar com a eficiência e a inovação de um consórcio público, que tem prerrogativa para licitar e oferecer um serviço integrado para a região”, completou Morando.

União Europeia

O vice-presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra, falou sobre o projeto que será entregue em outubro à União Europeia dentro do Programa Internacional de Cooperação Urbana (IUC), desenvolvido pela União Europeia (UE). Em maio, o chefe do executivo andreense liderou a delegação do Consórcio que foi a Turim, na Itália, para uma série de visitas técnicas que integraram a segunda rodada da parceria da entidade regional com o município italiano.

“O GT Mobilidade vai receber o reforço técnico das equipes de Mobilidade de Turim para que possamos desenvolver o escopo do projeto e apresentá-lo em outubro para a União Europeia. Mais do que um centro de monitoramento, há um conceito importante de governança, que é a integração dos sistemas de transporte, não só do ponto de vista de locomoção da população como também de monitoramento da gestão de transporte”, explicou o vice-presidente do Consórcio.

Paulo Serra afirmou ainda que o projeto trará um grande ganho para a região. “Por meio desse projeto podemos começar a inserir esse conceito de regionalidade tão importante para a Defesa Civil, Segurança e Mobilidade, pois são áreas que se comunicam”, afirmou.

Aluguel-social

A retomada do convênio com o Governo do Estado para custear 50% do valor do auxílio aluguel das famílias removidas das áreas de risco na região também foi debatida na reunião. O convênio precisa ser firmado até 6 de julho, pois o Código Eleitoral determina que, nos três meses que antecedem eleições, é vedada a realização de transferência voluntária de recursos do Estados aos municípios e aos consórcios públicos.

“Temos o levantamento atualizado da população nesta situação, feito pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Social, e estamos fornecendo ao Governo do Estado”, explicou Morando. Segundo o levantamento atualizado, o número de famílias a serem removidas é de 225 em Santo André, 58 em São Bernardo, 80 em Mauá, 18 em Ribeirão Pires e 9 em Rio Grande da Serra.

Metrô

Representante do Governo do Estado no colegiado, o subsecretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita, informou aos prefeitos que o contrato para o início às obras da linha 18-Bronze do Metrô deve receber um novo aditivo de prazo, conforme encaminhamento da Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitanos. A parceria público-privada (PPP) para construção e operação do monotrilho, que passará por três municípios do ABC, foi assinada em agosto de 2014, mas ainda não avançou por não ter sido liberado o financiamento das desapropriações ao longo do trecho.

“A segurança jurídica está assegurada, mas permanece nossa preocupação em saber quando os trabalhos terão início. Compreendemos a crise financeira que o País enfrenta, mas a sociedade aguarda com ansiedade o começo das obras”, ressaltou Morando.

ENAP

A pauta da reunião também incluiu o anúncio do convênio que será firmado entre o Consórcio e a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, com o objetivo de disponibilizar cursos gratuitos para servidores públicos. A parceria foi articulada por meio do escritório da entidade regional em Brasília. “Está é mais uma conquista importante, pois vai possibilitar o aperfeiçoamento tanto dos funcionários do Consórcio quanto dos servidores das prefeituras”, afirmou Morando.

ABC do ABC

Autor: Redação / Fonte: Consórcio Intermunicipal Grande ABC

Foto Crédito: Divulgação/Consórcio ABC

07/06/2018 Leia na íntegra esta matéria: (Consórcio propõe plano inédito de patrulhamento aéreo pela GCM)




1-5 of 465<  1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  ...  >

Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos

R. Boa Vista, 170 - 2º andar, Centro, São Paulo - SP - CEP 01014-000
Telefones: (11) 3775-6200 / 3775-6212 / 3293-5361